Região do Tejo

Localizada no coração de Portugal, a Região Vitivinícola do Tejo é por direito próprio uma das mais antigas regiões produtoras de vinho de Portugal. O seu nome está inevitavelmente associado ao do rio que a atravessa, o Tejo, que é sem dúvida o elemento dominante desta região, contribuindo de forma decisiva para a excelência dos seus vinhos, quer pelos terroirs onde as vinhas crescem, quer pelo seu clima.
O Tejo é sem dúvida o elemento dominante desta região, contribuindo de forma decisiva quer a nível dos vários «Terroirs» quer a nível climático.As fronteiras da região são delimitadas por Tomar, Ferreira do Zêzere, Sardoal e Mação, a Norte; Abrantes, Chamusca, Alpiarça e Almeirim, a Este; Torres Novas, Alcanena, Rio Maior, Cartaxo e Azambuja, a Oeste, Coruche e Benavente, a Sul.

Região Vitivinícola do Tejo

Um vinho com uma longa história, o Tejo produz vinho desde o final do século XVIII.

A região vitivinícola do Tejo é influenciada por diferentes climas, que se encontram nas diferentes zonas desta região. Esses climas são quentes e secos, quentes e úmidos, frios e úmidos, frios e secos, etc.

A região também abriga algumas das vinícolas mais famosas de Portugal.

As castas

As castas tintas nativas do Tejo incluem a nobre Touriga Nacional – a casta portuguesa por excelência – bem como as castas Trincadeira, Castelão e Aragonês. O aromático Fernão Pires e o Arinto vivaz produzem alguns dos vinhos brancos mais refrescantes da região. Estas castas autóctones prosperaram em climas quentes e solos complexos da região do Tejo, mantendo a elevada acidez natural, para produzir vinhos equilibrados com características de frutas ricas.

Vale do Tejo

A Região Vitivinícola do Tejo, uma homenagem ao rio que definiu a sua paisagem, clima e economia durante séculos, é também responsável por moldar os terroirs distintos da região do Tejo, tornando as planícies ao redor e margens de rios um terreno ideal para cultivar uvas nativas de Portugal.

NA LOJA ONLINE ENCONTRA TODOS OS PRODUTOS. 

Dona Anca

Este Vinho representa o caminho da diferenciação e diversificação vínica da Adega Casal Martins. O périplo pela Região dos Vinhos Verdes possibilitou criar um vinho de caráter intenso e estruturado.

AS NOSSAS CASTAS

TOMAR

Tomar foi fundada por D. Gualdim Pais em 1160 sendo a sede das Ordens do Templo e de Cristo, teve no Infante D. Henrique um dos responsáveis pelo seu crescimento. Tomar nasce com o castelo, cuja construção, pela Ordem dos Templários sendo eles os grandes impulsionadores e dinamizadores da região que promoveram a colonização agrícola, alargando as áreas de cultivo da vinha.